23 de jan de 2017

Tártaro em cães e gatos

Resultado de imagem para tartaro em caes e gatos




O tártaro (cálculo dentário) pode ser encontrado com uma certa facilidade em cães e gatos,porém pode ser bastante perigoso e o tutor deve prestar atenção em sua ocorrência pois o tártaro  tende a provocar danos na boca do animal e também gera riscos de infestação de bactérias que podem migrar para órgãos vitais do animal,tais como coração, fígado e rins.

Mas afinal,como surge o tártaro

Muitos tutores não realizam uma higienização diária da boca de seu animal,assim ocorre um acúmulo de restos alimentares e estes se mineralizam, devido aos sais minerais presentes na saliva, formando cálculos nos dentes.



É preciso se preocupar com o tártaro em meu animal? Com certeza deve,e os sinais clínicos são de fácil diagnóstico,além de apresentar uma placa amarelada na base dos dentes e halitose (mau hálito),o animal pode apresentar gengivite,que é a inflamação da gengiva do animal,possuindo um aspecto inchado em sua superfície e apresenta coloração bem avermelhada,dependendo do grau da mesma até mesmo sangramento.E periodontite (inflamação dos tecidos que suportam os dentes),que pode levar mobilidade ou perda dentária.


Resultado de imagem para tartaro em caes e gatos

Tratamento

O tratamento a ser realizado é a remoção do cálculo dentário em todos os dentes,e esse procedimento deve ser feito unicamente por um Médico Veterinário,que contará com o auxilio de equipamentos corretos como Curetas de Gracey para efetuar a limpeza.
Dependendo do quadro,o Veterinário pode utilizar uma terapia medicamentosa para auxiliar no quadro de periodontite. 

Imagem relacionada

Para obter um tratamento mais eficiente, o animal deve ser submetido à anestesia geral.Tendo os dentes examinados um a um,além de radiografias intra-orais para avaliar a parte óssea. O cálculo acima e abaixo da gengiva é removido com um aparelho de ultra-som  e, muitas vezes, é necessário fazer outros procedimentos (como aplainamento radicular, extrações e até mesmo retalho gengival). Após a raspagem, os dentes são polidos com motor de baixa rotação, utilizando uma pasta especial,deixando assim os dentes mais lisos,diminuindo o acúmulo de placa.

Profilaxia


Uma forma de prevenção é a escovação diária dos dentes durante pelo menos 15 minutos ou, pelo menos, uma vez por semana. Mas atenção: essa escovação deve ser realizada com escova e pasta próprias para o animal.JAMAIS utilize pasta humana na escovação,pois poderá intoxicar seu pet.

Também estão disponíveis no mercado ossinhos artificiais, biscoitos e até rações especiais que  contém algum reagente ou até o atrito do ato de roer, pode ajudar a prevenir e remover a placa bacteriana,  evitando, assim,  que ocorra o acúmulo de placa bacteriana, porém, ainda assim o melhor método é a escovação. 




Atenção: Ao observar a presença de tártaro leve seu bichinho para avaliação do animal com um Médico Veterinário.Nunca tente retirar os tártaros em casa e sem o auxilio de um profissional, pois pode ocorrer uma lesão, e assim, abrir uma porta de entrada para mais bactérias.


Fontes: Web Animal,Equilíbrio Total Alimentos e Portal do Dog
Imagens obtidas na internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!Seu comentário é muito importante para nós!
Comentários sobre,críticas,e pedidos são feitos na página de Contato,ou então,nos mande um e-mail: guiaanimal-contato@hotmail.com
Obrigada!

 

Criação gráfica
e sistema por:
Malu Favero
| Proibida a cópia
| Bem Vindos